MARSHE-SE LOGO 01.png

As instituições de ensino são por excelência, os principais espaços de formação para a cidadania e socialização de crianças, adolescentes e jovens. Contudo, nem sempre se mostra capaz de lidar com as diferenças, em particular, com as questões ligadas à diversidade sexual e de gênero. Diante desse silêncio que encobre discriminação e sofrimento, o presente projeto se propõe a divulgar por meio das mídias sociais, os avanços e conquistas do movimento LGBTQIA+ (L: Lésbicas, G: Gays, B: Bissexuais, T: Travestis, Transexuais e Transgêneros, Q: Queer, I: Intersexo, A: Assexuais, +: Sinal utilizado para incluir pessoas que não se sintam representadas por nenhuma das outras oito letras). Visando favorecer a difusão das políticas públicas acerca dessa temática, fomentando a realização de atividades que promovam o diálogo e a conscientização no contexto escolar e nas diversas esferas da sociedade. O nome do trabalho homenageia a história de Marsha P. Johnson (1945-1992) – mulher trans negra fundadora da S.T.A.R (Street Travestite Action Revolutionaries) – ativista de extrema importância nas lutas e conquistas do movimento. Com recursos dinâmicos e uma linguagem adaptada ao público jovem, facilita a vida dos educadores e alunos que estão no ensino remoto, e que carecem de materiais menos engessados.

EPISÓDIOS DISPONÍVEIS: